rr.abra

*Informe publicitário



Iniciativas desenvolvidas pela empresa durante a pandemia da Covid-19 possibilitam que estabelecimentos continuem operando ao longo deste período


De acordo com dados da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), 55% dos restaurantes de todo o Brasil estão trabalhando atualmente apenas por meio de delivery. Neste cenário de pandemia causada pela Covid-19, as entregas tornaram-se aliadas tanto da população, que segue medidas de restrição de circulação, quanto dos próprios estabelecimentos de alimentação, que encontram neste formato uma forma de atravessar esse momento difícil.

Para auxiliar os seus mais de 160 mil restaurantes parceiros a se reinventarem e seguirem operando de forma sustentável, o iFood vem adotando uma série de iniciativas desde meados de março. “O nosso foco neste momento é cuidar de todas as pessoas que compõem o nosso ecossistema. Temos uma relação de muita proximidade com nossos restaurantes parceiros, entendemos que as medidas que desenvolvemos oferecem um apoio prático a esses negócios, e não mediremos esforços para continuar auxiliando esses estabelecimentos de forma relevante”, afirma Ricardo Ubrig, Diretor Comercial do iFood.

Em parceria com a escola de negócios Conquer, a empresa criou um curso gratuito para todo e qualquer restaurante que quiser aprender mais sobre gestão. Mais de 30 mil pessoas já se inscreveram para assistir às aulas online com renomados empreendedores, gestores e profissionais que atuam nas mais diversas áreas ligadas ao mercado de alimentação. Para ter acesso ao curso, basta acessar ifood.conquer.com.br.

“Para quem não tem tanta familiaridade com essa parte financeira, de gestão de restaurantes, vale a pena fazer o curso. É algo que vai contar muito para quando a quarentena tiver acabado”, acredita Vinicius Fonseca, do Le Pain Quotidien”. “A gente tem aumentado a nossa avaliação por conta de pequenos ajustes que fizemos com dicas do curso”, comenta Fernanda Roque, do I Love Burger.

A plataforma destinou ainda um total de R$ 100 milhões para auxiliar restaurantes de todo o Brasil, reduzindo taxas de comissão. Em parceria com a Rede, do Itaú, o iFood ofereceu aos estabelecimentos a opção de antecipar o repasse para 7 dias, ao invés de 30, para manter o fluxo de caixa; a expectativa é que esse valor chegue até R$ 2,5 bilhões. Neste período, foi zerada a taxa de serviço dos pedidos do ‘Pra Retirar’, no qual os clientes pedem pelo app e retiram no restaurantes.

Já o iFood Shop, site de compras online de embalagens e insumos, antes disponível apenas aos restaurantes do Delivery iFood, foi aberto a todos os empreendimentos do país. No site, é possível encontrar mais de 2 mil produtos de diferentes fornecedores com redução de preços de 5% para ingredientes e 10% para embalagens e materiais de delivery.

O iFood também criou o Movimento Todos à Mesa, que conta com apoio de outras grandes empresas para a atuação em três frentes: doação de cestas básicas, doação de refeições prontas e incentivo ao consumo em estabelecimentos locais. Em parceria com a Coca-Cola Brasil, serão oferecidos 100 mil cupons de desconto de R$ 8,00 aos usuários do app para incentivar a demanda e dar visibilidade a pequenos restaurantes

“Você sente que o iFood está sendo um parceiro. Essa iniciativas têm nos ajudado a manter as portas abertas, porque os valores te permitem honrar com os seus colaboradores e ajudam a comprar os insumos”, relata Jailson Barreto, do Attimo.

Os entregadores cadastrados no app também recebem apoio da empresa. Para eles, foram destinados R$ 25 milhões em medidas de proteção. Parceiros com sintomas da doença ou que sejam parte do grupo de risco estão sendo auxiliados por fundos de apoio. O iFood vem distribuindo kits com álcool em gel, máscaras reutilizáveis e materiais informativos- até agora, mais de 100 mil kits já foram entregues em todo o país. A empresa dobrou ainda o valor das gorjetas em abril, medida que acontece novamente neste mês de junho, quando a expectativa é chegar a R$ 2,5 milhões de gorjetas, repassando um total de R$ 5 milhões. Os entregadores de todo o brasil também passaram a ter acesso a descontos de até 80% via rede AVUS para consultas médicas, odontológicas, exames e medicamentos. O programa de benefícios iFood Delivery de Vantagens foi estendido para todo o país.

Novos hábitos de consumo

Quando a plataforma foi criada, em 2011, pedir comida ainda era sinônimo de pizza, hambúrguer e lanches. Ao longo dos últimos anos, o iFood atuou diretamente na transformação desse cenário, oferecendo a seus usuários variadas opções de restaurantes parceiros. Atualmente, o app concentra mais de 30 diferentes tipos de culinária e mescla opções que vão desde grandes redes de alimentação até estabelecimentos locais e restaurantes gourmet.

Com isso, é possível observar mudanças nos hábitos de consumo dos clientes. Porções familiares ganham cada vez mais destaque, assim como novas ocasiões de pedidos. No consolidado dos últimos dois meses, tiveram aumento de pedidos de 70% como bolos, doces e sorvetes. Também foi observado aumento no volume de pedidos em novas ocasiões de consumo para o delivery, como o café da manhã, com crescimento de 82% no número de pedidos nesta ocasião durante a semana e de 63% aos finais de semana. Itens de padaria aumentaram em mais de 60% e o IFood chegou a contabilizar mais de 1 milhão de pedidos de pães neste período.

A atuação do iFood no segmento de food delivery reflete uma tendência cada vez mais comum no mercado, no qual a tecnologia impulsiona o empreendedorismo. Segundo levantamento do Instituto Locomotiva, a digitalização dos negócios, impacta positivamente o faturamento mensal dos micro e pequenos empreendedores brasileiros com um acréscimo de 20%.

Benefícios iFood

Em menos de uma década, a empresa tornou-se líder de mercado na América Latina e se consolidou como um ótimo parceiro de negócios. Atualmente, o iFood conta com mais de 160 mil estabelecimentos, registra 30,6 milhões de pedidos por mês e está presente em mais de mil cidades em todo o Brasil.

Ao ingressar no aplicativo, os restaurantes podem escolher se querem atuar com frota própria de entregadores ou com a Entrega iFood, modelo que o conecta a entregadores cadastrados na plataforma. O cadastro ao iFood também possibilita o acesso a ferramentas de gestão de pedidos que pode facilitar o gerenciamento da operação. Além disso, dentro do Portal do Parceiro, todos os estabelecimentos têm acesso a dados e indicadores sobre seus negócios - dentre eles, a quantidade de pedidos realizados, as avaliações recebidas, o ticket médio de suas vendas e o faturamento via plataforma.

A seus parceiros, a empresa oferece ainda uma base sólida de clientes que acessam o app com frequência, além da visibilidade de sua marca e produtos em uma plataforma que recebe milhares de acessos diariamente. “Eu não me vejo hoje sem o iFood porque ele é completo: te dá gestão, te dá propaganda, te dá marketing”, resume Ivan Veiga, do Feitiço Mineiro.

Comentários